Garoto de 14 anos planejou assalto da professora

Um jovem de 14 anos, que dirige desde os oito e que é apontado como um hábil piloto de fuga, foi o mentor do assalto praticado, na manhã do último domingo (5), no estacionamento de uma delicatessen na Vila Laura, e que acabou no assassinato da professora de Matemática, Andréa Borges Astolpho.  Danilo Neri dos Santos, 18 anos, foi, na verdade, quem atirou na cabeça da vítima, mas era este adolescente que ? ao lado de outro de 16 e de Danilo ? comandava o trio nos roubos realizados pelo grupo e o responsável pela condução dos ladrões até o local deste crime.

Danilo, que confessou ter disparado o revólver calibre 38 contra a professora, foi apresentado ? imprensa, na manhã desta terça-feira (6), no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, na Piedade. Investigadores da 6ª Delegacia Territorial (Brotas) prenderam o homicida e apreenderam seus dois comparsas na localidade Baixa do Alto do Cruzeiro, na região de Brotas, na tarde de segunda-feira (5).

A diretora do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), delegada Maria Fernanda Porfírio, os titulares da 1ª Delegacia de Homicídios (Atlântico), delegado Marcelo Sansão, e da 6ª Delegacia Territorial, delegada Maria Dail Sá Barreto, conduziram a apresentação do criminoso, que será encaminhado ao Núcleo de Prisão em Flagrante, no Complexo da Mata Escura. Os adolescentes foram conduzidos ? Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), em Brotas.

Com passagens pela polícia, por adulteração de veículo e receptação, Danilo admitiu, em interrogatório na 6ª DT, ter atirado em Andréa, ?que se assustara ao ser abordada após entrar no veículo e chegara a engrenar uma das marchas, ao perceber que seria assaltada?. A delegada Maria Dail informou que outras vítimas de roubo reconheceram Danilo e são aguardadas naquela unidade policial, para prestar depoimento.

O filho da professora, de quatro anos, que estava no banco traseiro do carro, presenciou o assassinato da mãe. Segundo a diretora do Depom, delegada Fernanda Porfírio, os ladrões viram a vítima acomodar a criança no banco traseiro do carro e, mesmo assim, decidiram dar voz de assalto, ?o que pode ter levado a vítima a tentar sair com o veículo, com o objetivo de protegê-la?.

O bandido informou ainda que o veículo Gol, de cor prata, com o qual ele e os dois adolescentes se dirigiram ? Vila Laura, no início da manhã de domingo (4), fora roubado, na sexta-feira (2), num supermercado localizado na Rótula do Abacaxi. A intenção dos ladrões, conforme revelou Danilo, era tomar de assalto o carro de Andréa e revendê-lo, como já tinham feito com outros veículos subtraídos.

Aos perceber que a professora fora alvejada, ele e o adolescente de 16 anos fugiram correndo a pé, enquanto o veículo Gol era tirado do local pelo comparsa de 14 anos. ?O adolescente, que dirigia o veículo e tido como exímio motorista, foi apontado pelos comparsas como o idealizador dos assaltos praticados pelo grupo?, salientou Marcelo Sansão.

A equipe da 6ª DT busca apreender este carro e identificar o proprietário, bem como o revólver utilizado no assalto. As investigações prosseguem visando a esclarecer outros roubos e as revendas dos veículos tomados de assalto.  Danilo afirmou, em depoimento, que os carros eram repassados por valores entre R$ 1 mil e R$ 2 mil sem, contudo, apontar os receptadores.

Ele e os dois adolescentes integravam a quadrilha liderada pelo traficante Tiago Guimarães Pinto, o ?Titanic?, 22 anos, que comandava o tráfico de drogas na região de Cosme de Farias, e morto em confronto com a polícia, no mês de fevereiro.

Compartilhe