Barreiras: Justiça Federal determina cassação de prefeito por improbidade administrativa

Por decisão da Justiça Federal, o prefeito de Barreiras, Antônio Henrique (PP), teve seu mandato cassado e direitos políticos suspensos. Ele havia sido denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por improbidade administrativa, referente a irregularidades na gestão de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) ocorridas em 2001. O órgão acusa o gestor de ter realizado contratos sem a devida licitação. No processo também consta fracionamento de despesas para ?fugir de processo licitatório? e desvio de finalidade de recursos do Fundef, pelo pagamento de duas professoras do ensino infantil com verba do ensino fundamental. Além da perda da função e suspensão dos direitos políticos, o pepista foi condenado a pagar uma multa de R$ 30 mil.

Compartilhe