Grazi Massafera quer aprender a paquerar e a ser mãe novamente

A beleza de Grazi Massafera, de 31 anos, é cinematográfica. No entanto, o lado feminino guarda semelhanças com muitas mulheres anônimas. Separada, mãe e trabalhadora, a loura, quando pode, alia a esses papéis a preocupação com a forma. E, ? frente do programa Superbonita , do GNT, também divide dicas e cuidados com quem está do outro lado da tela.

“Estou trabalhando muito e, quando chego em casa, priorizo a Sofia (filha de quase 2 anos com Cauã Reymond). Eu gosto de me cuidar. Vou pouco ao salão. Então faço em casa as unhas da mão, do pé, maquiagem, sobrancelha, passo creminho ? noite e adoro mexer no meu cabelo. Passo babosa e, como resseca, depois faço hidratação. Tenho muita vontade de fazer limpeza de pele. Só fiz uma vez. Um bom esfoliante é misturar mel e açúcar”, conta ela em entrevista ao jornal Extra.

A vaidade vem de infância. Na pequena Sofia, a apresentadora se reconhece quando tinha a mesma idade.

“Ela adora batom, pentear o cabelo, passar esmalte e vestir roupa de princesa. Tudo que eu gostava. Ela olha eu me arrumando para trabalhar, aparece nas gravações e quer fazer igual. Não tenho como travar isso, deixo ? vontade. Como brinco, usava pregador de roupa. Ficava com a orelha roxa. Minha roupa de princesa era a camisola da minha mãe”, lembra, mostrando vídeos com a desenvoltura da filha, andando equilibradinha com os sapatos de salto da mãe. Uma fofura!

Linda, Grazi admite que a gravidez trouxe algumas mudanças para o seu corpo. Nada que dê para notar.

“Eu disse que engordei 15 quilos. Na verdade, foram 20. Emagreci muito depois, mas já voltei aos 59kg, peso que tinha antes de engravidar. Mas estou com muita pele na barriga e o peito diminuiu. Em breve, vou trocar o silicone, não por estética, está na hora”.

Recém-separada de Cauã, a solteirice também foi estímulo para a loura malhar mais. Tentar, porque, segundo ela, nem sempre sobra tempo para praticar boxe funcional tanto quanto gostaria.

“Antes do carnaval, me empolguei para malhar. Quero ter bumbum e perna. Minha perna é muito fina. Acho que também minhas roupas estão mais curtas”, assume, contando que o assédio masculino não aumentou.

“Eles só olham. Pela minha postura, acho que não se sentem ? vontade. Não sei como vai ser, está muito recente, mas tenho que aprender, né? Tenho que arrumar umas amigas solteiras”.

Para quando um novo amor chegar, Grazi não esconde que faz planos de aumentar a família.

“Amo ser mãe, todo o processo desde a barriga. Quero ter mais filhos”, diz ao jornal, satisfeita com o que está vivendo.

“Estava faltando paz, mas já conquistei um pouco. Às vezes a gente fica tão focada no que falta e deixa de prestar atenção no que tem. Penso no que me sobra, no que eu posso dar, como carinho para a minha família”.

A apresentadora, que afirma ser vaidosa sem extravagâncias, recorre, algumas vezes, ao lado mulherzinha.

“Não sou consumista. Mas, quando estou um pouco triste, gosto de ir a uma loja, me dar um presente”.

Compartilhe