Bahia: superávit primário contradiz antecipação de royalties, diz tucano

Nesta segunda-feira (24), ao comentou o anúncio do governo baiano sobre o superávit primário de mais de R$ 300 milhões em 2013, o presidente estadual do PSDB-BA, Sérgio Passos, afirmou que esses dados produzem discrepâncias ? PEC 136/2014, que altera o artigo 204 da Constituição Estadual, com a antecipação dos recursos dos royalties do petróleo.

?Se o governo anuncia que teve receitas suficientes para cobrir os gastos com pessoal, custeio administrativo e investimentos, porque não investir esse superávit para ajudar a saldar o déficit do Fundo de Previdência dos Servidores da Bahia (Funprev), ao invés de se apossar de recursos futuros, comprometendo as próximas gestões??, questionou o tucano.

Na opinião de Sérgio Passos, ?se o governo controlasse melhor as finanças, elegendo com mais critério as prioridades e evitando desperdícios absurdos, o Estado teria recursos suficientes para resolver os  problemas graves que enfrenta atualmente em várias áreas?.

Compartilhe