Fifa alfineta Brasil: atrasados e sem educação no trânsito

A edição de março da revista Fifa Weekly apresentou uma reportagem intitulada “Brasil para iniciantes” com uma série de comentários em tom provocativo ao jeito de ser dos brasileiros. Entre os dez itens citados, alfinetadas do tipo “o sim significa um talvez”, “a pontualidade não é exata e 15 minutos de atraso é uma norma”, “falta de educação no trânsito, onde o direito é definido pelo maior” e ainda “tudo é feito nos últimos minutos, inclusive estádios”.

A reportagem, escrita por uma jornalista brasileira, afirma que 600 mil visitantes são esperados para a Copa do Mundo, mas deixou a Fifa em uma saia-justa. De acordo com a Folha de S. Paulo, a entidade se desculpou pela reportagem e afirmou que adotou um tom leve sem intenções de criticar o Brasil. A versão online da revista foi excluída pela Fifa. Confira a relação completa:

AS “10 DICAS” DA FIFA PARA VISITANTES NO BRASIL

Sim nem sempre significa sim: Brasileiros são otimistas e não dizem não. Sim significa talvez

Tempo é flexível: Pontualidade não é exata para brasileiros e 15 minutos de atraso é norma

Contato corporal: Brasileiros falam com as mãos e tocam a pessoa quanto conversam

Desrespeito ? s filas: Não gostam de filas, nem mesmo em elevadores, e cultivam o caos

Restrições: se for a uma churrascaria, não coma de uma vez. O melhor prato virá no final

Sobrevivência do maior: falta de educação no trânsito e direito é definido pelo maior veículo

Experimente açaí: fruta que é agente da alegria, previne as rugas e age como um energético

Fazer topless: se despir da parte superior do biquíni não é recomendado e pode virar multa

Sem espanhol: brasileiros não falam em espanhol. Não diga que Buenos Aires fica no Brasil

Paciência: coisas são feitas nos últimos minutos, inclusive os estádios. “Relaxe e aproveite”

Compartilhe