Jefferson diz que tentará se comunicar ‘sempre que possível’ após prisão

No aguardo do cumprimento de sua prisão, determinada pela Justiça no último dia 21, o ex-deputado federal Roberto Jefferson afirmou neste domingo, em seu blog, que deixará a página sob os cuidados de sua equipe, e que tentará se comunicar com o público ?sempre que possível e dentro dos limites da lei? mesmo após ser encaminhado para o cumprimento de sua pena de sete anos e 14 dias de prisão em regime semiaberto.

?Até que a Justiça determine o meu status de preso, isto é, o que posso e o que não posso fazer, como escrever neste blog, por exemplo, a partir de hoje deixo vocês na companhia da minha equipe, que já trabalha comigo há anos e conhece meu sentimento em muitos assuntos, principalmente na Política, que neste ano eleitoral e de Copa do Mundo nos reserva muitas e variadas surpresas. Vocês ficarão bem assistidos, não tenho dúvidas”, publicou.

Condenado aguarda mandado para ser preso

Uma viatura e quatro policiais permanecem de plantão em frente ? residência do ex-deputado desde o começo da madrugada de sábado. O mandado que autoriza a prisão ainda precisa ser remetido ? Justiça Federal do Rio e encaminhado ? Superintendência da PF.

Após ser informado por seus advogados de que o mandado de prisão será enviado ? Polícia Federal apenas na segunda-feira, Roberto Jefferson disse que irá aguardar até o começo da semana para seguir com os agentes até a Superintendência de instituição no centro do Rio. Ele aguarda o cumprimento da decisão da Justiça ao lado da família, colegas do PTB e seu médico particular, Ibsen Ribas. ?Só posso levar minha medicação para a prisão com um receituário, a própria PF me informou isso?, explicou.

Segundo os policiais presentes em frente ? casa, Jefferson veio ? varanda de sua casa por volta da meia-noite e afirmou que irá se entregar assim que for intimado. Ele, inclusive, disse aos agentes que eles podem imprimir o mandado de prisão em sua casa. A assessoria da PF explicou que o documento será remetido por e-mail para os policiais que estão de plantão no momento em que chegar ? Superintendência.

?Os meus advogados estão na Superintendência no Rio. Eu não posso me apresentar sem ordem de prisão. A hora em que a ordem chegar, podem imprimi-la aqui em casa e eu vou com eles (polícia) para o Rio. Estou pronto e aguardando desde as 5h30, achei que a ordem chegaria ? s 6h?, disse o ex-deputado ontem.

Por volta das 7h, Jefferson foi ? janela da casa e perguntou aos policiais se o mandado já havia chegado. Ao receber a negativa da polícia, acenou, agradeceu e se retirou. Após ser preso, Jefferson seguirá para a Superintendência da Polícia Federal, na praça Mauá, centro do Rio. Ele pode optar por ir em seu carro ou acompanhar os agentes da PF na viatura.

Compartilhe