Câmara lança espaço para criar aplicativos destinados a aumentar transparência

Com o objetivo de incentivar a criação de aplicativos e sistemas
digitais voltados para o acompanhamento da atividade parlamentar, a
Câmara dos Deputados inaugurou hoje (19) o chamado Laboratório Hacker.
Segundo o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), a
iniciativa contribuirá para dar transparência ? s ações do Legislativo.

?O Parlamento brasileiro começa a mudar aqui. É a revolução pelas ideias
e pela comunicação?, escreveu Alves no mural do Laboratório Hacker.

A criação desse espaço foi aprovada pelo plenário da Câmara, em dezembro
do ano passado, para estimular a participação de cidadãos em projetos
de transparência. Inicialmente, o laboratório deve trabalhar com dois
projetos, cuja licitação já foi aprovada pela Mesa Diretora da Câmara.

O primeiro projeto prevê o monitoramento constante da Câmara por um
instituto de pesquisa. O segundo projeto tem o objetivo de analisar a
presença da Casa nas redes sociais.

O Laboratório Hacker dá continuidade a uma experiência lançada no ano passado, o Hackathon, maratona hacker promovida pela Câmara para o desenvolvimento de aplicativos com o objetivo de aumentar a transparência do trabalho parlamentar.

A experiência premiou três projetos. O primeiro criou o aplicativo
Meu Congresso, que reúne informações sobre o mandato dos parlamentares e
garante o controle social sobre os gastos de deputados e senadores.
Outro permite o acompanhamento, por meio de celular, da assiduidade e
das propostas dos parlamentares. O último projeto é um jogo que simula o
processo de discussão e deliberação das propostas em tramitação na
Câmara.

Compartilhe