Jovem morre após perseguição policial em Itabuna. Em protesto moradores queimam veículos

Um garoto de 14 anos morreu, na manhã deste domingo (16), após ser atropelado durante uma perseguição policial em Itabuna, cidade do sul da Bahia.

Em protesto, moradores do local utilizaram pneus queimados, madeira e chegaram a incendiar um ônibus para bloquear o tráfego na Avenida Antônio Carlos Magalhães. Mais tarde, cerca de 10 carros e 15 motos que estavam estacionados no pátio da Secretaria de Trânsito e Transporte (Settran), também foram incendiados.

A situação foi controlada por volta das 16h30, mas diversas equipes da polícia monitoram o local. De acordo com a secretaria, algumas motos chegaram a ser furtadas, mas o levantamento só poderá ser feito na segunda-feira (17). Segundo testemunhas, o acidente aconteceu logo após o jovem, que trafegava sem capacete em uma moto, ignorar a abordagem de uma blitz no bairro Lomanto. Na perseguição o menino caiu da moto e a viatura, segundo os moradores, passou por cima dele.

A PM nega que tenha perseguido o menino e diz que não tem relação com a morte. O corpo da vítima foi retirado do local pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para perícia.

Compartilhe