Ivete Sangalo vira Boneco Gigante no carnaval de Pernambuco

A cantora Ivete Sangalo, 41 anos, terá a sua versão boneco gigante no carnaval deste ano. A homenagem foi autorizada pela artista e ficou pronta há cerca de 10 dias.

Cerca de 30 novos bonecos vão estrear na folia em 2014. O jogador Caça-Rato, a personagem Mônica e os cantores Raul Seixas, Lulu Santos e Rita Lee estão entre as personalidades que ganharam uma versão gigante para este carnaval.

A produção é de responsabilidade da Embaixada dos Bonecos Gigantes de Olinda, que tem como principal objetivo materializar no formato ícones da cultura pernambucana, brasileira e mundial. O grupo tem um espaço na Rua do Bom Jesus, no bairro do Recife, onde é exposto o acervo rotativo de mais de 60 obras.

Bonecos Gigantes

Boneco gigante de Ivete Sangalo. Foto: DivulgaçãoAo contrário do que muita gente pensa, os bonecos gigantes que hoje representam uma das maiores atrações do carnaval pernambucano não “nasceram” em Olinda ou Recife.

A primeira vez que uma dessas figuras foi usada para animar um carnaval brasileiro aconteceu em Belém do São Francisco, cidade do sertão pernambucano, a 486 quilômetros do Recife.

O episódio ocorreu durante o carnaval de 1919 (em Olinda o primeiro boneco só apareceria em 1932), quando Belém realizava uma das mais animadas festas do interior. E essa primeira alegoria, batizada de Zé Pereira, era um boneco de quatro metros, sendo o corpo uma estrutura em madeira vestindo um macacão estampado e a cabeça confeccionada em papel machê. Ou seja, em tudo igual aos atuais bonecos.

No livro “Os Gigantes Foliões de Pernambuco”, lançado em 1992, o pesquisador Olímpio Bonald Neto já se referia a esse pioneirismo de Belém do São Francisco. Agora, um outro livro tratando do mesmo tema (este em fase de elaboração) não só vem confirmar a origem como traz vários detalhes sobre o surgimento do primeiro boneco sertanejo.

Segundo a historiadora Tercina Bezerra (autora do livro sobre as manifestações culturais do município), o criador do primeiro boneco gigante de Belém foi um jovem chamado Gumercindo Pires de Carvalho. Rapaz festeiro, ele reuniu um grupo de amigos, pediu ajuda a uma tia que fabricava bonecos para presépios natalinos, confeccionou a alegoria e o grupo caiu no passo pelas ruas da cidade.

Compartilhe