Centrais vão monitorar qualidade do ar durante o Carnaval de Salvador

As centrais de monitoramento localizadas em Salvador vão controlar a qualidade do ar também no Carnaval, através da Rede de Monitoramento do Ar (RMAr). As cabines são uma iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cidade Sustentável, e do governo do Estado, através do Inema, em parceria com as empresas Braskem e Cetrel. As duas bases que irão atuar no Carnaval estão montadas no Campo Grande, próxima ao Teatro Castro Alves, e uma unidade móvel em Ondina. Elas vão medir diariamente os parâmetros de pressão atmosférica, além de emitir um relatório ao final dos seis dias de folia.
 
De acordo com João Rech, diretor de Ecologia Urbana da secretaria municipal, o processo é o mesmo realizado no restante do ano e os resultados servirão para coletar informações de gases e partículas através de sensores meteorológicos. Eles medem a quantidade de diferentes compostos químicos, além da temperatura, velocidade e direção do vento, umidade, radiação solar, pressão e chuva.
 
Ainda este ano, será instalada uma base fixa na Avenida Barros Reis e o posto localizado nos Mares será realocado para outra área, também na Cidade Baixa. O equipamento, inclusive, é uma exigência da Federação Internacional de Futebol (Fifa) para cidades-sede da Copa do Mundo 2014. A população também pode acompanhar as informações do Índice da Qualidade do Ar através do site da Cetrel e dos totens espalhados por toda a cidade.

Compartilhe