Berlusconi diz que se entrar na prisão acontecerá revolução na Itália

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, condenado a um ano de prisão por fraude fiscal, afirmou ? rádio francesa Europe 1 que, se entrar na prisão, acontecerá uma “revolução na Itália”.

“Estou seguro de que não vão fazer. Se fizerem, acontecerá uma revolução na Itália”, declarou em sua residência de Roma na quarta-feira.

“Não podem colocar na prisão, acabar com a liberdade de alguém que está em plena campanha eleitoral contra uma maioria que utiliza seu braço judicial para tentar eliminar-me do cenário político”, completou.

Berlusconi, na oposição desde o fim de novembro, após sua expulsão do Parlamento e ? frente do partido Força Itália, rebatizado como Força Silvio, deseja eleições legislativas em maio, ao mesmo tempo que as eleições europeias.

Se for enviado para a prisão, Berlusconi acredita que obteria “imediatamente uma grande maioria no país nas próximas eleições”.

“Além disso, tenho uma certa idade, não tenho medo de nada”, afirmou.

“Amo o meu país. Não posso finalizar minha aventura humana de patriota e de homem de Estado abandonando meu país”, completou.

Silvio Berlusconi perdeu a imunidade parlamentar depois que teve o mandato de senador cassado por sua condenação definitiva a um ano de prisão por fraude fiscal. Por ter 77 anos, a princípio não deve ser enviado para a prisão. Ele solicitou o cumprimento da pena com trabalhos de interesse geral.

Mas o ex-premier pode enfrentar um novo julgamento por corrupção de testemunhas, em um dos processos separados do escândalo sexual conhecido como Rubygate, pelo qual já foi condenado em primeira instância a sete anos de prisão.

Compartilhe