Deputados defendem respeito ao resultado das eleições da UCSAL

Em audiência com os estudantes da Universidade Católica do Salvador (UCSAL) para discutir o processo de escolha do novo reitor da instituição, os deputados estaduais Marcelino Galo (PT) e Álvaro Gomes (PC do B) ressaltaram que é necessário o equilíbrio nas decisões que serão tomadas, além do respeito ao resultado das eleições.

?O espírito é de mediar. Ações isoladas não interessam a ninguém. É preciso muita responsabilidade na busca da reconciliação, do entendimento, para que a instituição, uma das mais importantes do nosso Estado, não seja prejudicada?, afirmou Galo. ?Nossa preocupação vem no sentido de manter a harmonia da universidade evitando conflitos que possam prejudicar milhares de alunos. Achamos que a vitória do atual reitor com uma margem de votos tão grande o credencia a continuar dirigindo a universidade?, completa Gomes.

A audiência com os deputados foi proposta pelos acadêmicos da universidade. No final de novembro, atendendo pedido dos professores e alunos da instituição, os deputados estaduais estiveram reunidos com o arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, para conversar sobre o resultado das eleições para a reitoria da Universidade Católica de Salvador, ocorridas no último dia 19 de novembro.

No processo o atual reitor, José Carlos Almeida, obteve 81,9% dos votos dos alunos e 82,7% dos professores, totalizando 5.775 votos. O padre Maurício Ferreira conquistou 2.246 votos, seguido do professor José Euclimar, com 353. A escolha do novo reitor da UCSAL em até 30 dias.

Compartilhe