Barbosa determina fim do processo do mensalão para mais dois condenados

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa,
determinou hoje (2) o fim da Ação Penal 470, o processo do mensalão,
para mais dois réus condenados no processo. Com a decisão, os mandados
de prisão do ex-diretor do Banco Rural Vinicius Samarane e do
ex-deputado federal do PL (atual PR) Bispo Rodrigues poderão ser
emitidos a qualquer momento. 

A decisão ocorreu após parecer do procurador-geral da República,
Rodrigo Janot, a favor do cumprimento imediato das penas. Segundo o
procurador, as condenações não podem ser mais modificadas pelos embargos
infringentes apresentados pelos réus. O recurso prevê um novo
julgamento para os réus que tiveram pelos menos quatro votos pela
absolvição. No entanto, os condenados não obtiveram a quantidade mínima
de votos.

Samarane foi condenado a oito anos e nove meses de prisão, em regime
fechado, por gestão fraudulenta e lavagem de dinheiro. Rodrigues recebeu
pena de seis anos e três meses de prisão por corrupção passiva e
lavagem de dinheiro. 

Em outra decisão, Barbosa também negou recurso e determinou o fim do
processo do mensalão para o ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE),
condenado a sete anos e dois meses de prisão.

Compartilhe