Barreiras: Inconformada com morte do marido, mulher comete suicidio

Uma mulher fez propositalmente a ingestão de veneno em Barreiras (BA) e morreu na tarde desta segunda-feira (25). A dona de casa Solange da Silva Barreto Porto, de 43 anos, estava inconformada com a morte do marido, José Agostinho Porto, mais conhecido como “professor Agostinho”, na ocasião da morte era diretor do CETEP.

De acordo com familiares, no último dia 5 deste mês Solange ingeriu veneno e passou mal. Ela foi socorrida no Pronto Atendimento 24h, voltou para casa, mas no dia seguinte voltou a sofrer o efeito do veneno e foi internada no Hospital do Oeste onde morreu.

Um frasco do veneno usado para o suicídio,”Mata-mato DMA” foi encontrado no lote rural da casa dos pais da mulher na margem da BR-135 entre Barreiras e São Desiderio, no oeste baiano. Solange passou 19 dias lutando para se recuperar do erro cometido. A família fala que ela entrou em depressão logo após a morte do marido.

O corpo foi encaminhado para o necrotério do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Barreiras.

Compartilhe