Polícia investiga origem de R$ 95 mil apreendidos na Avenida Paralela

Os R$ 95 mil apreendidos em poder do vendedor autônomo de carros Robenilson Ferreira da Silva, 35 anos, esta semana, na Avenida Paralela, foram apresentados ? imprensa nesta sexta-feira (22), na 12ª Delegacia Territorial (DT) no bairro de Itapuã, em Salvador. A polícia investiga a origem do dinheiro, que estava dividido em maços de R$ 1 mil, e para o qual Robenilson apresentou duas versões diferentes sobre a procedência.

O delegado Jorge Braz Coutinho, da 12ª DT/Itapuã, e o tenente PM Cláudio Maia, da 82ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/CAB), detalharam a ação que resultou na prisão do vendedor, surpreendido por policiais militares a bordo de um Gol verde, estacionado nas proximidades de uma loja de materiais de construção, na Avenida Paralela.

Ao ser preso, Robenilson disse estar aguardando um homem de prenome Alan, procedente do Cabula, para quem entregaria o dinheiro, a pedido de outro homem, de prenome Robson, morador de Cajazeiras VIII, que pagaria a quantia de R$ 500 pelo serviço. Chegando ? 12ª DT/Itapuã, o vendedor deu outra versão, afirmando que os R$ 95 mil lhe pertenciam e eram guardados dentro de um colchão, há cinco anos.

Além do dinheiro, Robenilson transportava no Gol dez módulos de ignição de veículo, peças ? s quais informou desconhecer a origem. Autuado em flagrante por receptação e associação para o tráfico, ele será encaminhado ao sistema prisional nas próximas horas.

Compartilhe