Oposição ingressa com ação de fiscalização nas UPAs de Camaçari

Três vereadores oposicionistas ingressaram no Ministério Público de Camaçari com uma ação pedindo a fiscalização em todas as UPAs do município. Nas duas últimas semanas, os oposicionistas constataram, através de imagens e vídeos, que muitas Unidades de Pronto Atendimento não têm condições de funcionar. ?O que há nas UPAs é o retrato do caos que tomou conta da saúde pública de Camaçari?, afirmou o vereador Elinaldo, líder da oposição. Na visita ao Ministério Público, Elinaldo estava ao lado de dois colegas na Câmara: Falcão e Junior Borges.

A UPA da Gleba A, por exemplo, não funciona desde que foi construída. A unidade de Vila do Abrantes, Elinaldo e seus colegas constataram, entre outras irregularidades, uma grande quantidade de lixo acumulado no fundo do prédio onde funciona o posto, o que atrai ratos para dentro da unidade. Além do lixo, os edis encontraram umidade nas paredes, principalmente nas enfermarias, infiltrações e falta de manutenção simples.

Para Elinaldo, a situação é tão grave que o prédio onde funciona a UPA deveria ser fechado para reforma. ?As pessoas não merecem receber atendimento em um lugar como esse, sem estrutura nenhuma. O mais certo seria transferir o atendimento para outro lugar e recuperar esse prédio para oferecer mais conforto e qualidade no serviço aos pacientes?, ressaltou Elinaldo.

Compartilhe