Pelé defende Diego Costa: ‘Brasil nunca deu nada a ele’

O ex-craque Pelé se manisfestou – nesta segunda-feira durante um
evento em São Paulo – sobre a decisão do jogador Diego Costa, que
recusou a convocação para defender a seleção brasileira, feita pelo
técnico Luis Felipe Scolari, e defendeu sua atitude.

“Ele é corajoso. Eu acho que tem de respeitar a decisão dele. Ele
tentou explicar que não tinha sido prestigiado antes e tomou a decisão.
Eu não posso nem fazer a comparação, quando a gente está fora, não tem
condição de saber. Ele teve coragem. Pelo menos mostrou isso. Eu entendo
que ele teve coragem de assumir isso”, opinou.

“Nós, que somos brasileiros, que estamos aqui, achamos que ele
deveria jogar pela seleção. Mas tem o outro lado. Ele era mais um
jogador que defenderia a seleção, não se sabe nem se seria titular”,
avaliou Pelé, destacando a concorrência que existe em torno da posição
de centroavante com Scolari.

Diego, do Atlético de Madri, nasceu no Brasil e tem cidadania
espanhola. Recentemente, assinou uma carta confirmando sua intenção de
defender a seleção da Espanha, apesar da convocação do técnico Luiz
Felipe Scolari para os próximos amistosos da seleção brasileira.

Ele tem dupla cidadania e é um dos destaques do início de temporada
européia, liderando a lista de artilheiro do Campeonato Espanhol com 11
gols.

Compartilhe