Dilma quer 700 mil vagas em creches do Bolsa Família

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira, 4, que a meta do governo é chegar a 700 mil vagas em creches para filhos de beneficiados do programa Bolsa Família. As declarações de Dilma foram feitas por meio da página oficial dela no microblogue Twitter, em que fez um breve relato do encontro realizado nesse fim de semana com integrantes da equipe do governo.

“O objetivo da reunião foi acelerar todas as ações e programas que fazem diferença na vida da população. Chegará a 700 mil as vagas em creches para crianças filhas de beneficiários do Bolsa Família. É uma meta ambiciosa. Hoje, 407 mil crianças do Bolsa Família são atendidas em creches”, postou.

Nas mensagens, ela diz que é necessário que as crianças recebam estímulos e atenção para desenvolver a capacidade plena. “Uma creche pode mudar a vida de uma criança. Nos primeiros anos de vida, quando está construindo a sua relação com o mundo, a criança que recebe incentivos com jogos, música, história, acesso a livros com imagens; desenvolve não apenas a lógica e a abstração”, afirmou.

O tema sobre criação de vagas em creche pelo governo federal, uma das promessas de campanha de Dilma, chegou a ser alvo de controvérsia no final do mês de outubro. De passagem por Minas Gerais, Dilma criticou a imprensa pela divulgação de promessas que ela, supostamente, não teria feito. Segundo ela, em vez do que vinha sendo publicado, não teria prometido a construção de 8 mil creches, mas de apenas de 6 mil.

“O governo federal tem esse compromisso com as 6 mil creches. Tem umas coisas estranhas, que eu sempre estou dizendo que é estranha. De repente, meu compromisso de 6 mil virou 8 mil. Não sei muito bem de onde que apareceram os 8 mil”, disse Dilma na ocasião. A polêmica ocorreu porque o valor de 8 mil creches chegou a ser mencionado pela própria Dilma no programa semanal de rádio Café com a Presidenta, que foi ao ar no dia 1º de abril.

Compartilhe