Caculé: Usuário de drogas mata e esquarteja companheira que não quis dividir crack com ele

O usuário de crack Alessandro Alves Ribeiro, que há cinco meses é acusado de assassinar uma mulher na cidade de Caculé, no Sudoeste Baiano, confessou o crime depois de ser conduzido ? Delegacia Territorial (DT) da cidade, por envolvimento em furto, na última terça-feira, dia 29.

De acordo com a polícia, ele deu uma facada na vítima, decepou as pernas e depois jogou corpo em um córrego. Em depoimento ao titular da unidade, delegado Alessandro Sena Cruz, o criminoso disse que matou Daniela Floriza Vieira, também viciada em crack, depois de consumirem a droga e travarem luta corporal pelo restante da droga adquirida por ambos, de um traficante de vulgo ?Doidão?.

O crime ocorreu em um local conhecido como Curva do Rio, onde Daniela tinha o hábito de fumar crack. Alessandro afirmou que em uma noite, a mulher o convidou para usarem a droga. E após fumarem mais de dez gramas, Daniela quis apropriar-se do restante da droga, chegando a fazer ameaças com uma faca. Transtornado, o homem tomou a faca da mão da mulher e a golpeou.

Ainda em depoimento, o criminoso disse que após o crime tomou dinheiro emprestado com a mãe e se escondeu na casa de uma tia, em Vitória da Conquista. Alessandro está custodiado na DT/Caculé ? disposição da Justiça.

Compartilhe