‘Guardian’: EUA monitoram ligações de 35 líderes mundais

Dilma Rousseff não foi a única. Segundo informações divulgadas pelo
jornal britânico “Guardian”, 35 líderes mundiais tiveram ligações
monitoradas pelo governo norte-americano.

As informações foram fornecidas por Edward Snowden ao jornal, que foi
o mesmo que noticiou os primeiros casos de espionagem por parte da
Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos.

Os nomes não foram divulgados, mas segundo o veículo, funcionários
mais graduados na Casa Branca, no Pentágono e no Departamento de Estado,
entre outros, são incentivados a a compartilhar suas agendas, para que a
NSA obtenha assim acesso aos números de telefone dos líderes.

Compartilhe