Dilma contesta promessa sobre creches que ela própria divulgou

A presidente Dilma Rousseff criticou a imprensa hoje por divulgar promessas supostamente inexistentes feitas por seu governo para construção de creches. Dilma rebateu a informação de que prometera construir 8.000 creches, mas ela chegou a citar o número em abril deste ano. A menção ocorreu no programa oficial de rádio \”Café com a Presidenta\”, levado ao ar em 1º de abril deste ano.

Hoje, durante inauguração de uma creche na capital mineira, a presidente disse que o número prometido foi 6.000, e não 8.000.

“O governo federal tem esse compromisso com as 6.000 creches. Tem umas coisas estranhas, que eu sempre estou dizendo que é estranha. De repente, meu compromisso de 6.000 virou 8.000. Não sei muito bem de onde que apareceu os 8.000\”, disse ela.

\”Eu vivo perguntando para os meus botões quem são as \’fontes do Planalto\’, além das fontes de água, porque tem uma linda fonte de água. Mas as \’fontes do Planalto\’ ? s vezes me intrigam”, disse Dilma, em provável referência ? expressão comumente utilizada para caracterizar informações do governo obtidas”off the record” (jargão jornalístico para designar informação em que a fonte se mantém anônima).

Contudo, no programa de abril a própria Dilma citou inicialmente a meta de 6.000 unidades e, ao final da sua fala, disse que talvez fosse possível chegar a 8.685 creches. “Até o final de 2014, o nosso compromisso é construir 6.000 creches, contratá-las e pagá-las com recurso do Tesouro Nacional. […] Mas nós queremos muito mais”, disse.

“Nós estamos selecionando novos projetos para garantir os recursos do governo federal para a construção de mais 3.288 creches. Assim, somando as 5.397 creches com as 3.288, nós vamos chegar a 8.685 creches. O nosso compromisso era 6.000, mas é muito possível que seja um número maior que nós vamos entregar de creches\”, completou a presidente na ocasião.

A reportagem solicitou ? Presidência esclarecimentos sobre a declaração da presidente no programa “Café com a Presidenta” e aguarda resposta.

Compartilhe