Sociedade clama por soluções mais rápidas, diz FHC

Em um recado direto ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, afirmou que o petista deveria ficar mais “atento” com os clamores da sociedade.

O ex-presidente participou na noite desta quarta-feira de evento em Brasília em que se comemorou os 25 anos da Constituição de 1988. O ministro estava presente no encontro, mas deixou o local assim que FHC iniciou a sua palestra com relatos da constituinte.

“Se o ministro estivesse aqui para me ouvir, eu posso dizer também, ele tem que ficar atento porque a sociedade está clamando para que algumas soluções mais rápidas sejam oferecidas e a rapidez é um perigo sempre quando confundida com autoritarismo”, disse FHC.

Para ele, o recado dado pelas manifestações no meio do ano foi de que há uma descrença com os atuais mecanismos de poder.”Não dá para imaginar que uma solução unilateral consiga resolver uma insatisfação quando ela se generaliza. É preciso algumas formas de combinação como fizemos na constituinte”, afirmou.

Questionado após o evento se o recado se direcionava ao atual governo, FHC disse que ser referia de maneira geral.”Não é para o governo, é em geral. Nós temos que estar atentos. Há um sentimento de insatisfação. Apesar dos avanços muita coisa não está boa. Tem ainda a questão da corrupção, a criminalidade é grande e a vida urbana é cansativa. É uma questão que todos temos que levar em consideração”.

Compartilhe