Salvador terá R$600 milhões para corredor exclusivo Lapa-LIP

O prefeito ACM Neto, ao lado da presidenta Dilma Rousseff, anunciou hoje (15) oficialmente a construção de um corredor exclusivo para BRT (Bus Rapid Transit) ligando a Estação da Lapa ? Ligação Iguatemi Paralela (LIP), contando com investimentos federais da ordem de R$ 600 milhões, sendo metade dos recursos provenientes do orçamento da União e metade através da concessão de empréstimos que serão pagos pelo Executivo municipal. O anúncio foi feito na cerimônia de assinatura do contrato para construção e operação do sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, em solenidade realizada no Gran Hotel Stella Maris e que contou com a presença do governador Jaques Wagner.

O prefeito afirmou que o projeto básico já está finalizado e que a expectativa é que as obras sejam iniciadas em 2014. ?Pretendemos o mais rápido possível iniciar o processo de licitação através do sistema de RDC, que é o sistema empregado pelo governo federal, e estamos avançando com o licenciamento para as obras. Ainda será preciso aprovar o projeto na Câmara que autoriza a Prefeitura a contrair o empréstimo. Nosso desejo é que no começo do ano que vem possamos começar essa obra, que tem como prazo de conclusão dois anos e meio?, afirmou Neto ? imprensa.

Ainda de acordo com o prefeito, o corredor exclusivo será implantado através de viadutos e elevados, o que vai permitir melhoria considerável da mobilidade nas regiões das avenidas Vasco da Gama, Juracy Magalhães e ACM, por onde o equipamento urbano passará. ?Vamos modificar o sistema de trânsito nessas regiões através de um transporte com alta velocidade, com estações definidas, privilegiando o coletivo. Há muito tempo o governo federal não tinha um projeto contratado diretamente com a Prefeitura, e agora temos fruto dessa compreensão mútua de que a cidade precisão de projetos de mobilidade?.

Dilma agradeceu ao prefeito o empenho na execução de projetos voltados para a mobilidade da capital baiana, que será influenciada positivamente também com a construção do sistema metroviário, viabilizado apenas no início desse ano após entendimento entre governo estadual e as prefeituras de Salvador e Lauro de Freitas. ?Sei que o governador e o prefeito trabalharão no sentido de garantir essas obras. Chegou-se, aqui na Bahia, num momento em que se criaram as condições para que esses projetos fossem executados. Obras dessa grandeza exigem, sobretudo, vontade política?, arrematou.

Compartilhe