Recuperação de Cristina Kirchner é favorável, diz boletim médico

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, continua em terapia
intensiva hoje (10), recuperando-se da cirurgia de terça-feira (8) para
retirada de um coagulo do cérebro. A evolução dela é ?favorável?,
segundo boletim médico divulgado no início da tarde. Ontem (9), a
presidenta estava se alimentando normalmente.

O coágulo teria sido provocado por uma batida na cabeça em agosto
passado. Na época Cristina Kirchner submeteu-se a exames, cujos
resultados foram normais. Dois meses depois, ela começou a sentir
sintomas de que alguma coisa estava errada: enxaqueca e formigamento no
braço.

?A batida não foi forte o suficiente para provocar um grande
sangramento no momento, por isso ela não sentiu os sintomas de
imediato?, explicou ? Agencia Brasil o neurocirurgião Jose Maria Otero.
?Mas o golpe rompeu algumas veias, que produziram um sangramento leve e,
com o tempo, o sangue foi se acumulando até pressionar o cérebro?. A
solução para o problema foi drenar o hematoma que se formou entre a
meninge e o cérebro.

Cristina Kirchner pode receber alta do hospital no final de semana e a
recomendação dos médicos é que faça repouso, mas o chefe de Gabinete da
Presidência, Juan Manuel Abal Medina, disse que ? mesmo internada ? a
presidenta continua tomando todas as decisões do governo.

Compartilhe