Michel Teló é acusado novamente de plágio

Primeiro Teló se encrencou com três estudantes paraibanas que afirmaram ser donas do Ai Se Eu Te Pego.

Depois ele regravou Bara Berê, deixando o cantor e compositor Leo Rodriguez nervoso, pois o rapaz afirmou que a música era dele.

Agora o sertanejo arrumou encrenca com o compositor baiano Elivandro Cuca, que disse ao blog que está entrando com ação na Justiça nesta semana contra o cantor.

Ele acusa Michel Teló de plagiar a música Beber, Beber ao inserir parte da canção na obra Eu Te Amo e Open Bar.

“O plágio com o título de Eu Te Amo e Open Bar faz parte do CD e DVD Michel na Balada. Estourou no Brasil e em vários países da Europa, vendendo milhões de cópias. Quando descobri o plágio, tentaram calar a minha boca com um acordo, que eles não cumpriram, para que o fato não fosse divulgado”, afirmou Elivandro.

O compositor, que tem músicas gravadas por Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Netinho, entre outros, afirma que autorizou somente Leonardo a usar Beber, Beber.

Compartilhe