Luiza Maia é eleita presidente da Comissão da CPI do Tráfico de Pessoas

A deputada Luiza Maia (PT) foi eleita, por unanimidade, presidente da CPI do Tráfico de Pessoas, instalada na quarta-feira (09) na Assembleia. A ideia de montar esta Comissão foi da própria Luiza, que lutou durante oito meses, para tentar viabilizar a  implantação. ?Foi uma batalha, mas conseguimos e estou muito feliz. Precisamos contribuir com as investigações da polícia e sugerir alterações na legislação. Tenho certeza que vamos fazer um trabalho bem produtivo?.

A CPI vai investigar, durante um período inicial de 120 dias, este crime que coloca a Bahia no incômodo terceiro lugar entre os estados brasileiros que mais fornecem material humano para os traficantes.

Segundo a deputada, um plano de ação já foi traçado. Estão programadas quatro audiências públicas com a presença de especialistas e onze reuniões ordinárias para apresentar e aprovar requerimentos, além de ouvir testemunhas e vítimas. Serão abordadas várias manifestações de tráfico, como o de crianças através de adoções ilegais, o de mulheres para fim de exploração sexual e  o  trabalho escravo.

?Esse é um crime invisível e precisamos fazer com que as famílias das vítimas possam ter esperança em reencontrar seus parentes traficados?, declarou Luiza ressaltando que a Comissão será um dos passos importantes para desbaratar as quadrilhas, além de estimular as denúncias. A primeira reunião acontece na semana que vem.

Compartilhe