Bahia e Ponte Preta ficam em empate ruim para os dois

Bahia e Ponte Preta ficaram no empate por 1 a 1 na noite deste domingo, em Salvador, resultado ruim para os dois times. O Bahia, que tinha a esperança de se afastar da zona de rebaixamento, perdeu uma posição na tabela. Agora com 33 pontos, o time termina a 26ª rodada do Campeonato Brasileiro na 14ª posição, a apenas quatro pontos do 17º colocado, o Vasco. Já a Ponte Preta permanece na penúltima posição, com 23 pontos, e vê o risco de queda para a Série B aumentar.

O início da partida seguiu o roteiro previsto pelos técnicos Cristóvão Borges, do Bahia, e Jorginho, da Ponte Preta: o time da casa tentando pressionar e o visitante fechado, explorando os espaços deixados pelo Bahia nos contra-ataques. E foi assim que saiu o primeiro gol da Ponte. Rildo recebeu lançamento na ponta esquerda, foi ao fundo e cruzou para William, sozinho, desviar de Marcelo Lomba.

Com a vantagem no placar, a Ponte recuou ainda mais, mas não conseguiu segurar a pressão do Bahia, que chegou ao empate aos 34 minutos. Em jogada bem trabalhada, Marquinhos Gabriel encontrou Rafael Miranda aberto na ponta esquerda. O volante cruzou para Fernandão, que se antecipou ? zaga e venceu o goleiro Roberto.

Com os dois times precisando do resultado, os treinadores fizeram mudanças parecidas no intervalo, duas de cada lado. Ambos trocaram um meio-campista por um atacante e fizeram modificações na zaga, para aumentar o poder de combate da defesa. No Bahia, entraram o centroavante Souza e o lateral-esquerdo Raul nas vagas de Marquinhos Gabriel e Jussandro, enquanto na Ponte Preta Régis e Alef deram vaga a César e Chiquinho, respectivamente.

As alterações fizeram o segundo tempo começar em ritmo acelerado, com as duas equipes buscando o gol. Logo aos 2 minutos, William escapou pelo lado direito, invadiu a área, mas chutou sobre o gol defendido por Lomba. Cinco minutos depois, o Bahia respondeu, com um avanço de Raul pela esquerda. O lateral cruzou e Fernandão conseguiu se antecipar ? zaga, mas não alcançou a bola.

O jogo seguiu corrido e com as equipes criando oportunidades, apesar dos muitos erros de passe. A mais clara foi da Ponte, aos 20 minutos. Adrianinho deu ótima assistência para César, mas o zagueiro chutou em cima de Lomba. O rebote sobrou para William, de frente para o gol, mas o atacante acabou finalizando para fora, por muito pouco. Os últimos minutos foram de pressão do Bahia, que careceu de melhor pontaria de seus atacantes.

Na próxima rodada, o Bahia faz o clássico baiano contra o Vitória, na Arena Fonte Nova, na quarta-feira, ? s 21 horas. No mesmo horário, a Ponte Preta recebe o Atlético-MG, em Campinas.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 1 X 1 PONTE PRETA

BAHIA – Marcelo Lomba, Madson, Titi, Rafael Donato (Fabrício Lusa) e Jussandro (Raul); Feijão, Fahel, Rafael Miranda e Marquinhos Gabriel (Souza); William Barbio e Fernandão. Técnico – Cristóvão Borges.

PONTE PRETA – Roberto; Régis (César), Ferron, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Alef (Chiquinho, depois Rafael Ratão), Fellipe Bastos e Adrianinho; Rildo e William. Técnico – Jorginho.

GOLS – William, aos 21, e Fernandão, aos 34 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Pablo dos Santos Alves (ES).

CARTÕES AMARELOS – Madson, Rafael Donato, Titi e Fernandão (Bahia); Diego Sacoman e Fellipe Bastos (Ponte Preta).

RENDA – R$ 200.030.

PÚBLICO – 9.448 pagantes.

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Compartilhe