Leônidas Cristino deixa a Secretaria de Portos

O ministro-chefe da Secretaria de Portos, Leônidas Cristino, decidiu deixar o cargo nesta quinta-feira (3), após reunião com a presidente Dilma Rousseff. Ela destacou o papel de Cristino no Marco Regulatório dos Portos. A Pasta será ocupada interinamente pelo economista Antonio Henrique Pinheiro Silveira, atual secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda.

A saída Cristino segue a determinação do partido ao qual ele era filiado até a semana passada, o PSB, que decidiu entregar todos os cargos que ocupava no governo federal.

No dia 26, ele anunciou a saída do PSB, ao lado dos seus padrinhos políticos, o governador do Ceará Cid Gomes e o ex-ministro Ciro Gomes.
Leônidas Cristino deixa a Secretária de PortosLeônidas Cristino deixa a Secretária de Portos

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência divulgou nota sobre o pedido de demissão.

Veja a íntegra:

“O ministro-chefe da Secretaria de Portos da Presidência da República, Leônidas Cristino, decidiu deixar o cargo depois de prestar competente contribuição ao governo e ao país.

Leônidas Cristino foi fundamental na elaboração e aprovação do histórico Marco Regulatório dos Portos, a mais importante reforma logística do país nos últimos tempos. Com a nova Lei dos Portos, o setor ganhou competitividade, segurança jurídica e capacidade para atrair mais investimentos para atender a demanda crescente do país.

A presidente Dilma Rousseff lamentou a saída do ministro. A presidente disse ter certeza que Leônidas Cristino seguirá prestando relevantes serviços ao Brasil.

A Secretaria de Portos da Presidência da República será ocupada, interinamente, pelo economista Antonio Henrique Pinheiro Silveira, atual secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda.

Compartilhe