Senado aprova Patriota como representante do Brasil na ONU

O Senado aprovou nesta terça a indicação feita pela presidente Dilma
Rousseff para que o ex-ministro de Relações Exteriores, Antonio
Patriota, assuma o cargo de representante fixo do Brasil na Organização
das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

A indicação teve 43 votos favoráveis, 14 contra e uma abstenção.
Patriota deixou o comando do ministério depois que a embaixada
brasileira na Bolívia colaborou para a fuga do senador boliviano
oposicionista Roger Pinto Molina do país. A operação foi feita sem
conhecimento do governo brasileiro e acabou desencadeando uma crise
diplomática, que culminou com Patriota entregando o cargo.

Na ocasião, a presidente decidiu indicá-lo para o posto na ONU.
Patriota foi sabatinado e aprovado pelos membros da Comissão de Relações
Exteriores da Casa na semana passada. No Itamaraty, ele foi substituído
pelo embaixador Luiz Alberto Figueiredo.

Compartilhe