Dilma Rousseff gasta dez mil dólares em diária de hotel

A presidenta Dilma Rousseff chegou ? Nova York na última segunda-feira (23), onde se hospedou na suíte Tiffany (da Tiffany & Co), a qual custou US$ 10.000 (dez mil dólares) a diária aos cofres públicos. Segundo o site da UOL, o espaço luxuoso do Hotel Saint Regis foi reservado para que Dilma participasse da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Rousseff procurou a suíte presidencial, mas o local já estava ocupado.

LUXO PARA A PRESIDENTA DILMA

No dia 17 do mês de junho, a Folha de São Paulo publicou uma matéria referente aos gastos de Dilma com viagens. Segundo os dados, em março, na reunião dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), a suíte oferecida pelo Hotel Beverly Hills (África do Sul) ? presidenta foi considerada pequena pela embaixada brasileira. Contando que o espaço seria o equivalente a duas residências do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal. Diante da pequinesa do local, a comitiva optou pelo Hotel Hilton.

Mesmo com o subsídio financeiro dos anfitriões que bancaram parte das diárias de cinco dos 74 quartos reservados, US$ 94,1 mil (dólares) saíram dos cofres públicos para saldar a hospedagem,de acordo com os documentos do Itamaraty,o qual, por determinação do governo serão mantidos em sigilo, até o fim do mandato de Dilma.

Outro gasto citado foi a viagem deste ano para a Itália, na inauguração do papado de Francisco, quando a presidente preferiu um hotel a ficar na embaixada, onde foram gastos ? 64,6 mil euros só com aluguel de veículos e ? 11 mil para o Audi blindado com motorista que conduziu Dilma por quatro dias.

Compartilhe