Em telefonema com Obama, Dilma anuncia decisão sobre viagem aos EUA

A presidente Dilma Rousseff conversou ao telefone com o presidente americano, Barack Obama, para lhe comunicar se vai cancelar sua visita de Estado a Washington, marcada para o dia 23 de outubro. A expectativa é a de que Dilma cancele o encontro. Auxiliares acreditam que uma nova data pode ser remarcada no ano que vem.

?A presidenta Dilma Rousseff recebeu uma ligação do presidente Obama ? s 18h30?, informou o porta-voz da Presidência, Thomas Traumann. ?Amanhã ela vai anunciar a decisão dela sobre a viagem?, limitou-se a dizer. Dilma deverá participar da posse do novo procurador-geral da República Rodrigo Janot nesta terça-feira. Pode ser a oportunidade na qual terá contato com jornalistas.

O contato entre os dois presidentes foi acompanhado pelo ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo. Antes, o chanceler teve uma audiência com a presidente para relatar a conversa que teve na semana passada com a conselheira de Segurança Nacional da Casa Branca, Susan Rice.

Segundo interlocutores do governo, as respostas do governo americano não eram as esperadas. Dilma esperava a revelação de ?tudo? o que a inteligência americana teria investigado e também afirmou estar insatisfeita em ser informada pela imprensa.

Dilma condicionou sua visita a um momento político apropriado, que interlocutores acreditam não haver. Na semana que vem, a presidente fará o discurso de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas. Na ocasião, ela deverá condenar a prática da espionagem a governos e empresas sob o argumento de manutenção da segurança nacional.

Compartilhe