PEC cria piso salarial para bombeiros e PMs

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, informou
que já encaminhou aos governadores pedido de informações sobre a posição
dos Estados em relação ? proposta de piso nacional para bombeiros e
policiais militares (PECs 300/08 e 446/09).

Ele afirmou que, caso não receba uma resposta dos governadores, poderá
definir na semana que vem a data para votação da PEC. “Se os
governadores não se manifestarem, será marcada a votação”, declarou. As
informações são da Agência Câmara.

Alves se reuniu na última quarta-feira com deputados e representantes
de associações de bombeiros e policiais militares. Uma nova reunião com
integrantes das categorias está marcada para a próxima terça-feira.

Negociação no Senado

O relator da PEC, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), avalia que o
debate com os governadores pode ser feito no Senado. “Devemos aprovar a
PEC em segundo turno na Câmara e realizar o debate com os governadores
no Senado, que é a Casa de representação dos Estados.”

A proposta foi aprovada pela Câmara, em primeiro turno, em 2010. O
texto ainda precisa ser votado em segundo turno para, depois, ser
encaminhado ao Senado.

Compartilhe