Menina de 8 anos morre em lua de mel com homem de 40

Um caso chocante ocorreu na área tribal de Hardh, no Iêmen, neste fim
de semana. Uma menina de oito anos identificada como Rawan morreu
durante a lua de mel com o marido, de 40.

A menina havia sido vendida pelo padrasto por valor equivalente a cerca
de R$ 6 mil. Segundo o jornal alemão “Der Tagesspiegel”, a causa da
morte foi uma ruptura uterina após a relação sexual entre ela e o novo
marido. Ela chegou a ser levada a uma clínica, mas não a tempo de ser
salva.

Ativistas de organizações de direitos humanos pedem para que o
casamento no país passe a ser restrito a maiores de 18 anos. “Após este
caso horrível, repetimos essa nossa exigência”, afirmou um representante
do Centro Iemenita de Direitos Humanos.

Compartilhe