Banco Central vê inflação como desafio até 2015

A alta da inflação continuará a ser um desafio para o Banco Central até, pelo menos, meados de 2015, primeiro ano do próximo governo, segundo a ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada na quinta-feira passada, e que detalha a decisão de aumentar a Selic para 9% ao ano.

No documento, o colegiado sinalizou que continuará a subir os juros, diante da piora nas suas próprias previsões de inflação. A avaliação do comitê é a de que o ritmo de alta dos juros praticado até o momento tem sido ?apropriado?, o que abre portas para expectativa de novas elevações de 0,50 ponto porcentual.

Em meio ? continuidade de tendência de alta do dólar, o BC repetiu que o repasse dessa elevação para a inflação pode e deve ser limitado pela política monetária. Mesmo assim, a perspectiva do Copom é de alta para a inflação neste e no próximo ano, com todas as previsões, independente do cenário utilizado, acima do centro da meta de 4,5%.

Compartilhe