Justiça manda soltar empresário Wagner Canhedo

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), e a
Justiça de Santa Catarina concederam hoje (6) liberdade ao empresário
Wagner Canhedo, preso no dia 31 de agosto, no Distrito Federal. A prisão
decorreu de sentença da Justiça catarinense por sonegação fiscal. O
empresário deve ser liberado ainda hoje.

Na sentença da Justiça de Santa Catarina, Canhedo foi condenado a
quatro anos, cinco meses e dez dias de prisão em regime semiaberto. O
empresário deixou de pagar ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias
e Serviços). O habeas corpus impetrado pela defesa de Canhedo foi aceito porque a dívida tributária de R$ 1,2 milhão foi paga ontem (5).

Wagner Canhedo era dono da Viação Aérea São Paulo (Vasp), que teve
falência decretada pela Justiça paulista em 2008. Em junho deste ano, o
Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a falência da Vasp, por
considerar que não havia como continuar com o processo de recuperação
judicial. Atualmente, a família Canhedo controla empresas de ônibus em
Brasília.

Compartilhe