Rodoviários de Alagoinhas decretam greve por tempo indeterminado

Alagoinhas amanheceu nesta quarta-feira 21 sem o transporte coletivo, dificultando assim a locomoção de trabalhadores e estudantes que moram em bairros distantes de suas escolas, optaram pelos transportes alternativos, táxis, mototáxis e vans para chegar em seus destinos.

A greve foi decretada as 00h de hoje. De acordo Gilberto Alves Martins, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Alagoinhas e Região, (SINDRALA), os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 15%, aumento no valor do ticket de 15%, instalação de câmeras de monitoramento dentro dos ônibus, além de melhores condições de trabalho.

O presidente do Sindicato dos Rodoviário da Bahia, Hélio Ferreira,  Gilberto Alves Martins(SINDRALA) e Mário Cleber, presidente do Rodando na Base informaram ao Portal Classe Política que se não houver nenhum acordo por parte dos proprietários das empresas de ônibus com o sindicato, a greve continuará por tempo indeterminado.

Compartilhe