Mulher é dada como morta e ‘ressuscita’ uma hora depois

Para muitos, um milagre. Para outros, fruto da ciência. Seja como
quiser chamar, um fato incrível salvou a vida da australiana Vanessa
Tanasio, de 41 anos. Ela foi considerada clinicamente morta, ou seja,
parou de respirar e seu sangue deixou de circular, mas 42 minutos
depois, a mulher “ressuscitou”.

Vanessa foi vítima de uma parada cardíaca. Ela chegou até a ter a
morte atestada pela equipe médica de um hospital em Melbourne, na
Austrália, onde estava internada devido a uma artéria bloqueada. No
domingo, foi constatada sua morte, porém menos de uma hora depois, o que
parecia impossível aconteceu.

Segundo o “Daily Telegraph”, foi utilizado um dispositivo de
compressão chamado “Lucas 2”, que mantém o sangue fluindo para o
cérebro. Enquanto isso, o cardiologista Wally Ahmar abriu uma artéria
para desbloqueá-la, fazendo com que o coração voltasse ao ritmo normal.
“Na verdade, isso é um milagre. Eu não esperava que ela fosse tão bem”,
contou o médico.

Compartilhe