Aécio acusa Dilma de desrespeitar Minas Gerais

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), acusou a presidente Dilma Rousseff de “desrespeito com Minas Gerais e com os mineiros” por, segundo ele, ter voltado ao Estado para lançar o PAC das Cidades Históricas pela quinta vez. “Eu gostaria que a presidente Dilma pudesse ter pelos mineiros pelo menos o respeito que demonstrou ter pelo ET de Varginha”, afirmou o senador, que é pré-candidato ? sucessão presidencial no ano que vem.

Dilma esteve na tarde desta terça-feira em São João del Rei, berço político da família do senador, para lançar o projeto que prevê a liberação de R$ 1,6 bilhão em três anos para a recuperação de bens tombados em 44 cidades de 20 Estados. O programa já havia sido divulgado por seu antecessor, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas não foi para a frente. “É surpreendente o que ocorreu”, disse Aécio. “Ela (Dilma) lançou pela quinta vez o mesmo programa anunciado pela primeira vez em 2009, quando eu era governador do Estado e o presidente Lula presidente da República”.

Aécio continuou: “Por quatro vezes, em quatro momentos distintos, ela (Dilma) esteve em Minas para anunciar as mesmas propostas. Acho que um Estado que tem demandas tão graves e tão sérias mais uma vez assistiu a essa encenação, um desrespeito” acrescentou. No início do mês, ao passar por Varginha, onde uma lenda diz que a cidade convive com extraterrestres, Dilma afirmou “ter muito respeito pelo ET de Varginha”, durante entrevista concedida ? Rádio Vanguarda.

Compartilhe