Yulo lança campanha pela aprovação do dia estadual em homenagem ? Irmã Dulce

Foi
lançada nesta terça-feira (13) a campanha para aprovação do projeto de
lei que institui o 13 de agosto como dia estadual em memória ? Irmã
Dulce. A proposta é do líder da bancada católica da Assembleia
Legislativa da Bahia, deputado Yulo Oiticica. O lançamento aconteceu
durante a missa solene, que marcou a abertura do Dia de Homenagens ?
Bem-aventurada Dulce dos Pobres, realizada no seu Santuário, no Largo de
Roma, celebrada por Dom Gilson Andrade, bispo auxiliar da Arquidiocese
de Salvador.

?Irmã Dulce é um dos nossos maiores exemplos de dedicação e amor ao
próximo, portanto, homenageá-la com um dia especial é uma forma de
agradecer e reverenciá-la. Além disso, estamos juntos nesta luta para a
sua canonização, reconhecendo os mais de 4 mil milagres ocorridos nos
estados de São Paulo, Ceará, Sergipe e Bahia?, afirmou Yulo.

À noite o deputado participou também da Missa dos Devotos, presidida
pelo Padre Alberto Monte Alegre, e em seguida da procissão luminosa.

Na justificativa do PL, Yulo traça o perfil de Irmã Dulce e conta que
ela, já aos 13 anos, mesmo sendo criança, manifestou interesse pela
vida religiosa e pelos menos afortunados financeiramente, a ponto de sua
casa ficar conhecida como a portaria de São Francisco.

O 13 de agosto foi escolhido por ser a data oficial de celebração de
sua festa litúrgica. Irmã Dulce passa por um processo de canonização
ainda em fase de recolhimento de relatos.

Irmã Dulce passa por um processo de canonização ainda em fase de
recolhimento de relatos. Para isso, é necessária a comprovação de mais
um milagre atribuído ? freira baiana. Desde a data de 10 de dezembro de
2010, quando o papa Bento XVI assinou o decreto de beatificação, já
foram enviados mais de 1,5 mil relatos.

Compartilhe