Um Brasil mais estável contra a Suíça

Após a conquista do tetracampeonato na Copa das Confederações, a
Seleção Brasileira recuperou o prestígio do público e da mídia diante da
instabilidade que vinha enfrentando. A vitória fez a equipe saltar do
22º lugar para o nono no ranking da Fifa. Em clima de ascensão, o Brasil
enfrenterá a Suíça para um amistoso nesta quarta-feira, ? s 15h45
(horário de Brasília), na Basileia.

O clima entre comissão técnica e jogadores é de confiança e
estabilidade interna e externa. Porém, o técnico Luiz Felipe Scolari
afirma que se os jogadores não mantiverem um ritmo constante de jogo, a
vaga não será assegurada. Como é o caso de Julio César, que, mesmo na
segunda divisão inglesa, não tem sido muito aproveitado. 

Sobre a polêmica envolvendo Neymar, que segundo o jornal “El País”
teria entrado no Barcelona com anemia, Felipão criticou o time espanhol,
alegando que seria impossível isso acontecer, mesmo após a cirurgia
realizada no jogador após a Copa das Confederações. Apesar do prestígio
reconquistado pela seleção, Felipão também lembra que o time não é o
mesmo da Copa das Confederações e pede para não ser comparado, pois
alguns jogadores não têm tido o ritmo de jogo constante.

Compartilhe