Procurador-geral da República pede cassação de Roseana Sarney

Em parecer enviado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, recomendou a cassação do mandato da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), e do vice, Washington Oliveira (PT). As informações são do Jornal Nacional, da Rede Globo.

O parecer foi assinado no dia 30 de julho e divulgado nesta quarta-feira. Segundo o procurador, Roseana firmou contratos com intenção eleitoreira para prejudicar campanhas adversárias.

A governadora Roseana Sarney responde a uma ação no TSE por suposto abuso de poder econômico na campanha eleitoral de 2010. O autor da ação é José Reinaldo Tavares, ex-governador, ex-ministro dos Transportes e ex-aliado da família Sarney.

Com o parecer do procurador, o plenário do TSE já poderá julgar a ação, em data a ser definida.

Em nota divulgada na noite desta quarta, a Secretaria de Estado de Comunicação Social do Maranhão informou que a governadora ainda não tomou conhecimento do teor do parecer do procurador-geral da República porque está em São Paulo.

Na defesa apresentada ao TSE, o advogado de Roseana Sarney argumenta que Tavares não tem legitimidade para questionar o mandato da governadora, “seja por ausência de interesse direto, seja na condição de mero eleitor”.

Compartilhe