Dilma critica governo FHC e elogia ET

A presidente Dilma Rousseff usou as rádios locais de Varginha e de Belo
Horizonte, reduto eleitoral do seu possível adversário em 2014, o
senador Aécio Neves (PSDB), para criticar a gestão presidencial tucana,
no governo Fernando Henrique Cardoso.

Dilma foi a Varginha hoje para inaugurar o campus avançado da Unifal
(Universidade Federal de Alfenas) e concedeu entrevista ? rádio
Itatiaia, com abrangência no Sul de Minas e na Grande BH. Participou
também da entrevista no aeroporto a rádio Vanguarda, da cidade.

Ao afastar o risco de inflação fora da meta do Banco Central, falar da
expectativa de um PIB superior ao dos EUA em 2013 –mas sem arriscar um
percentual– e retomar os números do baixo desemprego, a presidente fez a
comparação com o governo FHC.

“No primeiro semestre, criamos 826 mil empregos com carteira assinada.
Significa a quantidade de empregos criados em todo o primeiro governo do
ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Nós criamos em seis meses tudo
o que foi criado em quatro anos”, disse ela.

Dilma volta a Minas, onde nasceu, no momento em que Aécio nomeou o
ex-ministro Pimenta da Veiga, fundador do PSDB, para cuidar da sua
possível campanha eleitoral no Estado. Pimenta fala em dar a Aécio uma
votação “histórica” no reduto minero, o segundo maior colégio eleitorado
país (15 milhões de eleitores).

“ET de Varginha” 

O “morador” mais famoso da cidade de Varginha, no sul de Minas Gerais,
ganhou um elogio presidencial hoje. Em entrevista a rádios da cidade
mineira, que visita hoje, a presidente Dilma Rousseff afirmou ter “muito
respeito” pelo “ET de Varginha”, que teria sido apreendido em 1996 por
militares na cidade, em episódio nunca esclarecido.

“Queria te dizer que tenho muito respeito pelo ET de Varginha. E eu sei
que aqui quem não viu conhece alguém que viu, ou tem alguém na família
que viu, mas de qualquer jeito eu começo dizendo que esse respeito pelo
ET de Varginha está garantido”, disse a presidente, em resposta a
pergunta sobre produção de café que citava a fama da cidade motivada
pelo caso da suposta aparição extraterrestre.

O suposto “ET de Varginha” foi visto por três garotas da cidade em
janeiro de 1996. As meninas atravessavam um terreno baldio quando uma
delas notou algo estranho. Outra garota gritou e todas fugiram após a
suposta criatura se mexer.

Ufólogos que investigavam o caso afirmaram ter gravações de depoimentos de militares que dizem terem capturado dois ETs.

Os seres teriam sido capturados e levados para Campinas, para autopsia.
À época, o Exército e o Corpo de Bombeiros negaram ter conhecimento de
qualquer apreensão do tipo.
Estátuas e monumentos foram erguidos em Varginha em referência ao caso.
O principal é uma caixa d’água em formato de nave espacial. 

Compartilhe