Deputado quer recompensar denunciantes de corrupção

Os deputados do Distrito Federal encontraram uma fórmula
para legalizar a corrupção e estimular, com dinheiro sujo, a cidadania.
Um projeto de lei aprovado pela Câmara Legislativa do DF recompensa com o
dinheiro desviado o cidadão que denunciar um esquema de corrupção na
cidade.

O projeto de iniciativa do deputado Professor Israel Batista (PDT-DF)
transfere para a pessoa que denunciar o crime o equivalente a 10% do
valor desviado e posteriormente recuperado por via judicial. O
denunciante que fizer parte do esquema não poderia receber a recompensa
caso denunciasse os comparsas.

Na justificativa, o deputado afirmou que o produto do crime pode
fomentar a cidadania e coibir a prática de novos crimes de corrupção.

“Além do efeito de desestimular a prática de crimes contra a
administração pública distrital, o presidente projeto tem o mérito de
contribuir para estimular a cidadania, na medida em que incentiva a
população a fiscalizar e denunciar a prática de crimes que, em última
instância, repercutirão na esfera jurídica de cada indivíduo”, afirmou o
deputado.

A ideia do deputado, mal comparando, seria o mesmo que transferir um
carro roubado para o cidadão que denunciar a existência de um esquema de
roubo de veículos. A proposta foi encaminhada para a sanção do
governador do DF, Agnelo Queiroz.

Há três anos, a mesma Câmara Legislativa do DF foi atingida por
denúncias de corrupção. Deputados distritais foram flagrados recebendo
propina para apoiar o então governador José Roberto Arruda, que na época
era filiado ao DEM.

Compartilhe