Mandela recebe carta com ameaça de corte de luz e água por engano

Mesmo há dois meses internado com uma infecção pulmonar, Nelson
Mandela foi alvo de uma carta da prefeitura de Johanesburgo que cobrava,
indevidamente, uma dívida de 6.468,48 rands (cerca de R$ 1.512). A
mensagem endereçada ? casa do ex-presidente africano ameaçava
“restringir os serviços” de água e luz caso a dívida não fosse paga.
Após o engano, a prefeitura pediu desculpas pelo erro.

“A cidade de Johanesburgo confirma que o aviso que foi enviado ?
residência de Mandela foi entregue erroneamente. A direção e o número de
conta que constam no aviso pertencem a outro cliente e a outra
propriedade de um bairro próximo”, disse o porta-voz municipal
Kgamanyane Maphologela. O porta-voz afirmou ainda que a Prefeitura está
atualizando os dados da população, o que leva a confusões em algumas
ocasiões.

Aos 95 anos, Mandela segue internado em hospital de Pretória, vítima
de infecção pulmonar. Segundo os boletins médicos, seu estado é
“crítico, mas estável”.

Compartilhe