Para Lula, protestos surpreenderam

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ontem (2) que as
manifestações iniciadas em junho em todo o país pegaram de supresa
partidos de esquerda, de direita e também o movimento sindical. A
declaração foi feita em discurso durante o 19 º Foro de São Paulo, que
reúne líderes de partidos de esquerda da América Latina.

“Esses movimentos que aconteceram aqui no Brasil pegaram de surpresa
todos os partidos de esquerda, pegaram de surpresa todos os partidos de
direita, todo o movimento sindical”, afirmou. “O movimento sindical, com
todos os recursos que tem, nem sequer tem uma comunicação pela
internet. Nós, na verdade, estamos ficando velhos”, disse Lula.

Lula também havia comentado a onda de manifestações em julho, quando
discursou para estudantes na Universidade Federal do ABC. Na ocasião,
incentivou os protestos e pediu aos jovens que “não neguem” a política.

“Quando vocês estiverem putos da vida, mas putos, que vocês não confiem
em ninguém, não gosto do Lula, não gosto da Dilma, não gosto do [Luiz]
Marinho, não gosto não sei de quem, ainda assim, não neguem a política. E
muito menos neguem os partidos. Vocês podem fazer outros”, disse.

Compartilhe