MEC divulga regra para ocupação de bolsas remanescentes do ProUni

O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (1º), no Diário Oficial da União,
as regras para a ocupação das bolsas do Programa Universidade para
Todos (ProUni) que não forem ocupadas no processo seletivo do segundo
semestre de 2013. O processo encerra-se no dia 15 de agosto com a
comprovação das informações dos candidatos selecionados na segunda
chamada da lista de espera.

As bolsas remanescentes deverão ser concedidas em cada instituição
de ensino de acordo com a classificação em processo seletivo próprio,
inclusive vestibular, para as turmas que começam no segundo semestre
deste ano. Caso ainda restem bolsas, elas serão oferecidas de acordo com
o desempenho acadêmico dos estudantes de turmas iniciadas antes do
segundo semestre. As bolsas que ainda não forem distribuídas serão
ofertadas no próximo processo seletivo.

As instituições poderão oferecer o benefício também a estudantes
matriculados cujas bolsas não foram regularmente concedidas no decorrer
do processo seletivo por impedimentos operacionais.

A portaria estabelece que terão prioridade na ocupação das bolsas os
estudantes que sejam também professores da rede pública de ensino
matriculados em cursos de licenciatura, normal superior e pedagogia.

A instituição que optar por seguir esses critérios de concessão de
bolsas deverá divulgá-los em locais de grande circulação, assim como o
número de bolsas disponíveis em cada curso e turno. A lista dos
estudantes inscritos e posteriormente a dos aprovados e reprovados
também devem ser divulgadas. As bolsas não terão efeito retroativo, o
estudante receberá apenas o correspondente ao período que já estiver com
a bolsa.

O ProUni oferece bolsas em instituições particulares de ensino
superior. Nesta edição, são oferecidas 90.045 bolsas ? dessas, 55.693
são integrais e 34.352, parciais, no valor de 50% da mensalidade. As
bolsas integrais do ProUni são para os estudantes com renda bruta
familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas
parciais são destinadas aos candidatos com renda bruta familiar de até
três salários mínimos por pessoa. Nesta edição do programa, 436.941
candidatos fizeram a inscrição.

Compartilhe