Aprovação do governo Dilma despenca de 55% para 31%

A presidente Dilma Rousseff passou por mais uma queda de popularidade, desta vez uma redução de

24 pontos percentuais. É o que aponta uma pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da
Indústria (CNI) ao Ibope. A marem de erro do levantamento, divulado nesta quinata-feira, é de
dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O instituto ouviu 2.002 eleitores maiores de 16 anos, em 434 municípios de 26 estados (exceto o
Amapá). O índice de pessoas que considera o governo “bom ou ótimo” é de 31%, mesmo percentual dos
que avaliam o mandato como “ruim ou péssimo”, contra 37% de avaliações em nível “regular”.

Os eleitores foram ouvidos entre os dias 9 e 12 deste mês. Na pesquisa anterior, de 19 de junho,
o percentual de aprovação era de 55%.

Dilma passa por queda de aprovação pessoal e de confiança. Confira resultados:

Percentual de “ótimo ou bom” por estado:
Rio de Janeiro – 19%
Espírito Santo – 21%
Santa Catarina – 21%
São Paulo – 23%
Goiás – 26%
Paraná – 29%
Rio Grande do Sul – 29%
Minas Gerais – 33%
Bahia – 41%
Pernambuco – 41%
Ceará – 54%

Percentual de aprovação pessoal por estado:
São Paulo – 33%
Espírito Santo – 34%
Santa Catarina – 35%
Rio de Janeiro – 38%
Goiás – 39%
Paraná – 39%
Minas Gerais – 45%
Rio Grande do Sul – 46%
Bahia – 54%
Pernambuco – 58%
Ceará – 70%

Percentual dos que confiam em Dilma por estado:
São Paulo – 33%
Santa Catarina – 34%
Paraná – 35%
Espírito Santo – 37%
Goiás – 37%
Rio de Janeiro – 38%
Minas Gerais – 43%
Rio Grande do Sul – 51%
Bahia – 52%
Pernambuco – 57%
Ceará – 89%

Compartilhe