Transalvador já iniciou vistoria dos 7 mil táxis de Salvador

A Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) deu início nesta segunda-feira (22) ? vistoria obrigatória para os cerca de 7 mil permissionários de táxi do município. O serviço será realizado até 1º de novembro, na Gerência de Táxi da Transalvador, localizada nos Barris. Durante a fiscalização, são observados itens como o estado físico dos veículos e a documentação exigida para que possam circular pelas ruas.

Atualmente, Salvador dispõe de uma frota credenciada de 6.996 táxis convencionais e outros 276 especial, que atendem em locais como aeroporto, rodoviária e hotéis. Todos terão que passar pela inspeção, que contempla 100 veículos por dia, de acordo com a numeração, sob a pena de perderem seu alvará para funcionamento.

No ato da vistoria, os permissionários devem apresentar certificado da última aferição, cartão de identificação, selo GNV, pagamento da contribuição sindical, licenciamento atualizado e licença de veiculação do Engenho de Publicidade em Táxi. Além disso, devem levar documentos pessoais, como comprovante de residência, carteira de identidade e de habilitação.

Para renovar sua licença, os veículos devem ainda estar em conformidade com a padronização obrigatória, além de apresentar os requisitos de segurança (triângulo, chave de roda e estepe), higiene, conservação e condição de trafegabilidade. De acordo com o chefe do Setor de Fiscalização da Transalvador, Genival Melo, os problemas mais comuns encontrados são referentes ? chaparia e lanternagem dos carros.  

Melo destaca que, no momento, Salvador conta como uma das frotas mais jovens do país. ?Pela legislação municipal, os táxis que circulam na cidade devem ter até cinco anos de vida útil. Mas hoje, com a facilidade encontrada para aquisição de veículos, a maioria não passa de dois anos?, afirma o chefe.

Na vistoria, os técnicos da Transalvador também analisam o funcionamento do taxímetro e, se identificada alguma regularidade, encaminha o permissionário para o Ibametro, que é responsável pela aferição do equipamento.

Taxista há 14 anos, Mário Lima de Barros, foi um dos primeiros a realizar a inspeção nesta segunda-feira. Ele conta que atendimento foi rápido e incentiva os colegas a não perderem o dia marcado para vistoria. ?O serviço melhorou muito. Fui muito bem atendido e sem complicação. Quem puder, é sempre melhor fazer logo a vistoria porque nos últimos dias sem tem os que precisam voltar para resolver questões pendentes, aumentando o número pessoas para serem atendidas?, diz o taxista.

O serviço funciona de segunda a sexta-feira, sempre das 7h30 ? s 11h30 e das 13h ? s 16h30. O calendário de vistoria pode ser conferido no site da Transalvador (www.transalvador.salvador.ba.gov.br).

Compartilhe