Deputado petista chama Barbosa de absolutista

A suspensão da criação de quatro tribunais regionais federais pelo
país por parte do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim
Barbosa, desagradou deputados e senadores em Brasília. O ministro foi
chamado de absolutista, sorrateiro e mentiroso.

“É um grande equívoco. O ministro Joaquim pensa que ainda vive no
período do absolutismo e tem sempre que prevalecer sua opinião. Espero
que o plenário revogue essa decisão”, disse o deputado André Vargas
(PT-PR).

Já o senador Sérgio Souza (PMDB-PR) definiu a ação de Barbosa com
outro adjetivo: “Isso foi sorrateiro, ele esperou o Supremo e o
Congresso entrarem em recesso para conceder a liminar. Se ele deixasse
para depois do recesso e tivesse distribuído para outro ministro, não
haveria liminar. Ele fez isso porque sabe que, no recesso, ele é quem
toma as decisões”.

Ainda no ataque,o senador acusou Barbosa de ter mentido: “Isso foi
sorrateiro, ele esperou o Supremo e o Congresso entrarem em recesso para
conceder a liminar. Se ele deixasse para depois do recesso e tivesse
distribuído para outro ministro, não haveria liminar. Ele fez isso
porque sabe que, no recesso, ele é quem toma as decisões”.

Compartilhe