Seguidores do Papa no Twitter podem ter pecados perdoados

O Vaticano deu um passo adiante em sua tentativa de abraçar as redes sociais. Em entrevista ao jornal italiano Corriere della Sera, o responsável por mídias sociais da Igreja Católica, arcebispo Claudio Maria Celli, afirmou que os fiéis terão de passar menos tempo no purgatório se acompanharem eventos oficiais pela TV, rádio ou redes sociais.

Em eventos como a Jornada Mundial da Juventude, que começa na próxima semana no Rio de Janeiro, é comum que o Papa estenda a \”indulgência plenária\” aos participantes que acompanhem o evento in loco. Celli disse ao jornal que agora, mesmo aqueles que estejam distantes do evento, podem ter seus pecados perdoados se, por exemplo, seguirem a conta do papa Francisco no Twitter (@pontifex).

\”Os fiéis que estejam legitimamente impedidos (de comparecer ao evento) podem receber indulgência (perdão dos pecados) plenária se acompanharem os mesmos ritos e exercícios pios, sempre com a mesma devoação, pelos novos meios de comunicação social\”, disse Celli.

Compartilhe